Conheça os tipos de cafés mais famosos do mundo

O café é uma das paixões nacionais, seja coado, cappuccino, pingado ou suas inúmeras preparações que levam esse adorado grão. E quem gosta de café conhece bem as diferenças que os grãos escolhidos fazem no sabor final da bebida.
A produção de cafés é feita a partir de dois tipos de grãos: Arábica (Coffea arabica) e Robusta (Coffea canephora) e ambos possuem inúmeras variações que apresentam aromas e sabores únicos. Conheça e entenda os diferentes tipos de café.

 

Arábica Robusta
Espécie: Coffea arabica Espécie: Coffea canephora
1,2% de cafeína. 2,2% de cafeína.
Sabor e aroma suaves e mais adocicados e com maior acidez. Sabor e aroma mais denso, amargos e marcantes
6% a 9% de açúcar. 3% a 7% de açúcar.
Plantas mais sensíveis, que produzem menos e exigem mais cuidados. Plantas rústicas que produzem quase o dobro de grãos, sendo frequentemente mantidas e tratadas sem qualquer cuidado no campo.
Os mais usados nas boas cafeterias. Os mais usados em cafés solúveis, devido ao seu baixo custo.
Representam quase 70% de todo o café do mundo. Representam cerca de 30% da produção mundial.

Tipo Arábica

shutterstock_171425471Originário da Etiópia, a bebida se popularizou em todo o mundo, principalmente no Brasil. Aqui, ele é produzido em locais de grande altitude – em média 1.200 metros – e essa altura tem grande diferença na qualidade e no sabor desse café. Quanto mais alto, melhor. E o Brasil é um dos mais excelentes em qualidade desse produto.

O café Arábica possui 50% a menos de cafeína do que o Robusta, por isso é muito utilizado em bebidas gourmet e bebidas mais suaves em blends de café. Além disso, é muito consumido diariamente pela população. Entre os tipos mais comuns desse café, estão:

Café Bourbon

O mais conhecido é o tipo Bourbon, muito popular nos Estados Unidos e Europa. É um dos mais doces do grão Arábica, com notas aromáticas que lembram chocolate e caramelo e tem acidez média e aroma marcante.


Café Acaiá

Ainda sobre sabores achocolatados e com acidez média, o Acaiá é um dos mais consumidos. Ele é suave na medida, com notas aromáticas que remetem ao frutal. Por ser próximo ao Bourbon, els compõem juntos um blend muito interessante, resultando em um sabor mais marcante e encorpado.

Café Kona

Levando o nome da cidade Havaiana de Kona, esse é um dos cafés gourmet mais apreciados no mundo. O clima e solo aonde são plantados é ideal para esse grão, que tem acidez de leve a média, sabor encorpado e um refrescante toque cítrico.

Café Catuaí

Muito cultivado no Brasil, o café Catuaí é um dos mais encontrados nas cafeterias gourmet do país, principalmente pela boa qualidade do grão. Tem acidez moderada e sabor leve, e é um dos únicos que dispensa adição de açúcar, pois mantém a maior parte dos açúcares naturais durante o processo de maturação.

Tipo Robusta

shutterstock_171425462Seu nome já diz muito sobre esse tipo de café – robusto. Cafés produzidos com esse grão costumam ser mais fortes, pois possuem mais cafeína do que o Arábica, e agrada paladares com preferência por bebidas fortes.

Originária da África ocidental, no Brasil esse grão é produzido em diversas culturas, pois não necessita de grandes altitudes. Ele se desenvolve facilmente em ambientes de clima úmido e ameno, em altitudes de até 600 metros.

O uso mais comum dos grãos de Robusta é nos cafés instantâneos. Por ser mais forte, a utilização desse grão deixa o café mais encorpado, com sabor mais amargo e bem marcante. Também tem toque achocolatado, mas não adocicado.