Conheça os mais variados tipos de Massa Italiana

A cozinha italiana é a base de muitas receitas que já são tradicionais no Brasil. Elas são muito apreciadas no dia a dia, e já fazem parte da culinária familiar há muitas gerações. Ao todo, são mais de 300 tipos de massa italiana, com diferentes formatos e sabores exclusivos.

As massas, no geral, são divididas em dois grupos: as secas e as frescas. O que muita gente não sabe é que cada massa italiana tem um formato diferente propositalmente, para poder reter determinado tipo de molho e harmonizar perfeitamente.

Massa FrescaMassas Italianas - Ricco Pane

Feitas em casa, as massas frescas são artesanais, à base de farinha de trigo, ovo e água. Mas a inclusão do ovo não é garantia de massa fresca. Muitas industrializadas utilizam o ingrediente. A principal característica desse tipo, além de ter sabor acentuado, é a sua suavidade, principalmente quando apresentada junto de molhos mais líquidos, legumes ou simplesmente manteiga.

Massa Seca

As massas secas são aquelas feitas à base de sêmola de trigo endurecido e água, que têm durabilidade maior e são encontradas em supermercados. Raramente essas massas são feitas em casa, sendo produzidas em fábricas. Algumas também levam ovos em sua produção, que são mais especiais e saborosas. Esse grupo se subdivide em dois: as massas secas curtas e as massas secas longas.

Massas Secas Curtas: São todas as massas menores de 10cm de comprimento. Entre esses tipos, os mais conhecidos são a Farfalle (gravatinha), com 35mm e que é indicada para sopas, saladas e ensopados por ser mais macia e quebradiça; Gnocchi, a versão típica italiana que é seca, oca e em formato de concha pequena, que fica perfeita com molhos de carne ou o clássico molho pesto; Penne, que é um tubo curto e fino com nervuras ou sulcros que ajudam a reter o molho e deixar a massa macia e suculenta, ideal para molhos de tomates; Rigatonni, que é uma massa tubular larga e curta, que aceita muito bem molhos com carnes e também pode ser feita com sulcros para absorver melhor o sabor; Orecchiette, uma massa típica de Puglia e com formato parecido ao de uma orelha, ideal para molhos grossos com vegetais; Fusilli, muito versátil, é usado em com molhos cremosos de carne, ou leves de tomate, sopas e caldos – suas ranhuras e o formato ‘parafuso’ auxiliam na retenção dos líquidos; Lumache Regate, com formato de concha de caracol, perfeito para molhos encopados e líquido, que penetram nos sulcros; Tortelline, que são pequenos recortes de massa, parecidos com Cappelletti, que são recheados com carnes cozidas e dobrados.

Massas Italianas

 

Massas Secas Longas: São aquelas maiores de 10cm de comprimento, muitos comuns no Brasil. As mais conhecidas são Spaghetti, a mais popular da Itália, massa fina, roliça e comprida, que acompanha bem todos os tipos de molhos de tomate, carnes e frutos do mar; Fettuccine, que são pequenas fitas compridas e achatadas e podem ser encontradas nas versões coloridas, que levam cenoura, beterraba e espinafre; Capellini, conhecido popularmente como Cabelo de Anjo, que combina com molhos leves de tomate e manjericão e com sopas e caldos; Pappardelle, parecido com o Fettuccine, mas com tiras ainda mais largas, que combinam com molhos grossos e de tomate; Bevette, com aparência muito próxima ao do Spaghetti, mas com formato mais achatado, longo e fino, que vai bem com molhos pesto e com verduras e peixes; Bucatini, um Spagheti grosso com um buraco no centro transpassando todo o seu comprimento, popular em Roma, onde é consumido com molhos amanteigados e carne de porco;

Massas Italianas - Ricco Pane

Massas Recheadas

Muito populares no Brasil por apresentarem uma mistura de texturas e sabores muito variados, as massas recheadas podem ser tanto frescas quanto secas, de diferentes formatos.

Lasanha: De fácil preparo, a lasanha é uma das receitas tradicionais de massa italiana, popular no Brasil. É uma receita familiar, que pode ser feita com os mais variados recheios, para todos os gostos: presunto e queijo, queijos, frango, carnes, parma, legumes. Cada preparação é deliciosa por si só e acompanha diversos molhos, como os brancos, rosé e de tomate tradicional, com ou sem carnes. Sua massa pode ser fresca ou seca, de formato grande e retangular.

Massas Italianas - Ricco PaneConchiglione: As grandes conchas recheadas é uma das massas mais deliciosas para combinar os melhores ingredientes em um mesmo prato. Por ter formato largo e grande, as conchas podem ser recheadas com pastas de diversos tipos ou com carnes e legumes, e suas ranhuras externas são propícias para finalizar o prato com molhos líquidos, que penetram em seus sulcos.

Canelone: Normalmente é feito com massa de lasanha, enrolada aos recheios até ficar da espessura de um Rigatoni, um tubo liso e longo. Pode ser recheado de diversas maneiras e aceita bem todos os molhos de tomate.

Capeletti: Com formato pequeno de “trouxinha”, os capelettis fazem parte da Massas Italianas - Ricco Panefamília de massas curtas, mas são ótimos pratos recheados. Cada trouxinha recebe um recheio de queijo, carnes ou legumes e agradam bem quando misturadas a molhos de tomate de espessura mediana, pois seu formato ajuda a segurar o molho e o sabor.

Ravióli: Parecida com um pastelzinho, quadrada e com ondulações na borda – essas são as características do ravióli. Essa massa curta sempre envolve um recheio, também de carne, queijos ou legumes, e combina bem com molhos mais leves de tomate ou mesmo brancos.

 

Agora que você já conheceu variados tipos de massa italiana, já pode experimentar todas e escolher sua preferida. Na Ricco Pane você encontra diversos tipos de massas para facilitar o seu dia a dia. Venha conferir!